Termômetros clínicos e industriais são verificados em Indaiatuba

Cidades

O Ipem-SP, (Instituto de Pesos e Medidas do Estado de São Paulo), autarquia do Governo, vinculada à Secretaria da Justiça, e órgão delegado do Inmetro, segue na rotina das verificações de termômetros clínicos, utilizados na área da saúde, e os termômetros industriais, de uso para medição do petróleo, seus derivados e biocombustíveis líquidos (etanol).
A regional do Ipem-SP em Campinas realizou na quarta-feira (22) a verificação de 49.800 termômetros na Omron Healthcare, multinacional japonesa, localizada em Indaiatuba.
De acordo com regulamentos do Inmetro, os termômetros clínicos – aqueles dedicados a medir a temperatura corporal – e os industriais devem obrigatoriamente ser verificados por um órgão metrológico oficial antes de serem disponibilizados no comércio. Se aprovado nos ensaios, cada termômetro industrial recebe um Certificado de Verificação e cada termômetro clínico recebe uma Marca de Verificação.
O Ipem-SP também faz verificações no Laboratório de Temperatura, integrante dos laboratórios que compõem o Departamento de Metrologia Científica e Industrial do instituto, setor responsável pela verificação metrológica inicial no Estado de São Paulo de todos os termômetros clínicos e industriais que são fabricados ou importados.
A verificação inicial de termômetros clínicos também é realizada dentro das empresas pelas equipes das regionais do Ipem-SP.
Em 2020, até o momento, o Ipem-SP fez verificações em 158.500 termômetros clínicos e 2.151 termômetros industriais. Em 2019, foram verificados 120.000 termômetros clínicos e 10.585 termômetros industriais.

Foto: Divulgação

Deixe uma resposta