Sancetur / SOU Indaiatuba dispensa todos os funcionários

Cidades

A empresa Sancetur Santa Cecília Turismo Ltda expediu aviso prévio dispensando seus funcionários na sexta-feira (18). Foram comunicados que em 30 dias, contados do dia seguinte a comunicação não mais serão utilizados os serviços em virtude do encerramento do contrato emergencial junto a prefeitura de Indaiatuba que vence no dia 9 de fevereiro. Informa ainda o aviso, para os funcionários comparecerem para acerto no dia 27 de fevereiro.
O Jornal Votura Indaiatuba News conversou com alguns funcionários que solicitaram para não se identificarem, e comentaram que a empresa vem atrasando os salários já há alguns meses. “Agora não sabemos o que vai acontecer. Se vamos ser contratados novamente. Parece que uma outra empresa do mesmo grupo da atual deve assumir o trasnporte”, comentou um funcionário. “Muitos colegas que trabalhavam na Citi não foram empregados nesta, embora tinha uma promessa do prefeito, inclusive os cobradores ficaram sem o emprego.. Sempre somos nós os prejudicados com essas mudanças”, disse um motorista.

Usuários reclamam de problemas constantes

Muitos usuários do trasnporte coletivo de Indaiatuba estão reclamando dos serviços prestados pela Sancetur / SOU Indaiatuba. O problema em relação aos horários que não são cumpridos é o mais comentado. O que pode agravar a partir de agora com a assinatura dos avisos prévios, pois alguns motoristas podem não comparecer mais ao trabalho e gerar mais incovenientes aos usuários. “Só piorou depois que mudou a empresa, fico mais de uma hora esperando o ônibus e tem vez que não aparece, chega somente após duas horas”, comentou Marlene Ferreira.
“Não adianta ter ar-condicoonado e internet, que por sinal não pedimos isso, se os funcionários são péssimos na maioria. São mal educados, correm pelas ruas, viram com tudo nas esquinas, está uma vergonha a qualidade dos serviços, e a prefeitura não faz nada”, reclamou Marcos Soares.
“Já tiveram vários acidentes envolvendo esses ônibus, não adianta serem novos se os motoristas parecem que estão levando carga dentro. Conforto péssimo. Eles dizem que para cumprirem os horários, se não são penalizados, precisam correr. Uma vergonha mesmo”, disse Maria de Lourdes.
O auxiliar de mecânico, Flávio Ribeiro comentou em realação as mudanças. “Quizeram colocar tudo no ônibus, porém tiraram empregos dos cobradores, e com certeza o valor da passagem vai subir. Dão com uma mão retiram com a outra. A população que mais precisa que paga a conta. Estou decepcionado com as atitudes desta administração”.
A reportagem não conseguiu contato com a ​Sancetur/SOU Indaiatuba e com a Prefeitura.

Foto: Indaiatuba News

Deixe uma resposta