Cobrança em mais de 400 novas vagas da Zona Azul começa neste sábado

Cidades

Empresa que detém concessão faz repasse mensal estimado em contrato de R$ 3.445,43 para administrar vagas

A partir deste sábado (30) o sistema de estacionamento rotativo em Indaiatuba contará com 417 novas vagas, além de 25 para idosos e 11 para deficientes, no Centro e no Boulevard da Cecap, totalizando 453 novas vagas, autorizadas pelo prefeito Nilson Gaspar (MDB). Segunda a administração municipal, atualmente a Zona Azul disponibiliza 816 vagas comuns, 52 para idosos e 19 para deficientes, totalizando 887 vagas.
No Centro, o estacionamento de Zona Azul abrangia 16 ruas. Com as mudanças, o Centro contará com 17 ruas de Zona Azul. A principal mudança é a rua Humaitá, que passará a contar com estacionamento rotativo entre a rua Pedro Gonçalves até a Oswaldo Cruz.
Na avenida Francisco de Paula Leite, o estacionamento rotativo passará a valer também para o lado esquerdo da avenida, do trecho entre as ruas Domacyr Stocco Júnior e Francisco Castelo.
A utilização do estacionamento rotativo no município será feita exclusivamente por meio do aplicativo Digipare.
Pelo aplicativo, que pode ser baixado gratuitamente, será possível adquirir créditos e escolher o período de utilização do estacionamento. Ao estacionar, o usuário emite o tíquete diretamente pelo celular, descontando o valor do saldo total. Também permite a renovação do tempo de uso da vaga até o tempo limite de duas horas.
Quem não quiser baixar o aplicativo no celular terá a possibilidade de comprar crédito para uso em determinado período de tempo nos 60 pontos de vendas existentes nas áreas de abrangência da Zona Azul, ou com os fiscais na rua.
Os talões convencionais que já foram adquiridos poderão ser trocados por créditos no aplicativo dentro do prazo de 90 dias a partir da data de início do novo sistema.
A Zona Azul continua funcionando de segunda à sexta-feira, das 10h às 15h30, e aos sábados, das 9h às 12h. Aos domingos o estacionamento é livre. O valor permanece o mesmo, R$ 0,90 por meia hora e R$ 1,60 por hora.
Deficientes e idosos continuam com direito ao estacionamento gratuito em qualquer vaga nas áreas de Zona Azul, desde que os veículos estejam devidamente identificados com o Cartão de Estacionamento fornecido pelo departamento de trânsito.

Contrato

O contrato com a empresa TecPark Comércio e Prestação de Serviços foi assinado com a Prefeitura em 8 de agosto de 2003, pelo então vice-prefeito Antonio Jorge Trinca que estava ocupando o cargo de prefeito interinamente. Neste termo de outorga de concessão para exploração das áreas de estacionamento rotativo em vias e logradouros públicos previa a utilização de parquímetros, equipamento que nunca foi implantado no município. Também já previa a concessão onerosa de 1.500 vagas com previsão de expansão de até 3.000 vagas de estacionamento rotativo pago. Sendo que a instalação do equipamento eletrônico para 600 vagas centrais seria implantada em 180 dias da assinatura do contrato. A vigência inicial foi de 10 anos e o ônus da concessão pelo serviço era de acordo com a parcela obtida através da aplicação de 41% sobre o resultado líquido da operação.
Já o primeiro termo de aditamento assinado com a prefeitura em 26 de novembro de 2013, ficou prorrogada a vigência do contrato por 12 meses, até 7 de agosto de 2014. Também mencionou o valor mensal estimado do repasse para Prefeitura de R$ 3.240,21.
No segundo termo de aditamento assinado com a prefeitura em 8 de agosto de 2014, foi prorrogada a vigência por mais 9 anos, até 7 de agosto de 2023. Também foi mencionado o valor mensal estimado do repasse para prefeitura de R$ 3.445,43.

Foto: IndaiatubaNews/Grupo RVC

Deixe uma resposta