Suspensão das aulas presenciais nas redes pública e particular

Cidades

A Prefeitura de Indaiatuba informou na quinta-feira (11) que, atendendo orientações do Comitê de Enfrentamento da Covid-19, decidiu pela suspensão das aulas presenciais nas redes pública e particular de ensino. As escolas devem fechar, inicialmente, entre 15 e 31 de março.

As autoridades médicas e sanitárias do Comitê realizam avaliações diárias sobre a evolução da pandemia no município e orientam a administração municipal sobre as medidas necessárias de acordo com o cenário apresentado. O objetivo é preservar a vida e garantir o atendimento no sistema de saúde.

Casos de Covid-19

Boletim informativo divulgado na terça-feira (9) pela Apeoesp de Indaiatuba com o balanço dos casos de Covid-19 nas escolas da rede pública municipal desde o início das aulas presenciais no dia 8 de fevereiro aponta para 34 casos positivos em profissionais e 5 casos positivos em alunos. Ainda foram registrados 266 casos negativos, 34 pessoas com exame agendado e 17 aguardando resultado. A unidade escolar Oswaldo Antonio Tuon no Parque das Nações, registrou 3 casos e foi fechada na terça-feira (9).

As unidades com casos confirmados são: Elizabeth – Jd. Morada do Sol, Leonel – Jd. Morada do Sol, Sylvia Sannazaro – Tombadouro, Maria José – Jd. Paulista, Renata – Jd. Morumbi, Maria Ignez Pinezzi – Jd. Morada do Sol, Alice de Matos- Jd. Primavera (2 casos), Ildefonso – Jd. Brasil, Benedito Misko – Monte Verde, Mãe Rainha – Itaici, Amiguinhos de Jesus – Jd. Morada do Sol, Jorge Alves Brown – Camargo Andrade, Maria Helena Costa e Silva – Campo Bonito, Creche Casa da Criança Jesus de Nazaré – Vila Vitória (2 casos), Maria Cecília Ifanger – Vila Avai, Padre Joaquim – Tancredo Neves (2 casos), Wladimir Olivier – Oliveira Camargo, Sérgio Mário – Vila Brizzola, Àurea Moreira Costa – Cidade Nova (provisoriamente), Antonio Luiz Balaminuti – Parque Indaia, Maria Albertina (Tininha) – Carlos Aldrovandi (3 casos), Sinésia Martini – Jd. Pau Preto, Creche Joanna Gurgel – Parque Indaiá (2 casos), Creche São José de Anchieta – Tombadouro, Cleonice Lemos Naressi – Jd. Dos Colibris (2 casos), Complexo Laura Fahl – Parque das Nações – (2 casos), Luiz Carlos Batista de Moura – São Conrado.

Informações repassadas pelos professores a Apeoesp extraoficiais que não entraram no boletim, aponta casos também nas unidades, Viber – Cidade Nova (mesma servidora do Áurea, ela trabalha nas duas escolas), Doardo Borsari – Bairro Videiras (aluno) e Cleonice Lemos – Jd. Dos Colibris (aluno).

Os profissionais da Educação foram orientados da obrigatoriedade de procurarem o atendimento do Minha Saúde Covid, assim que observarem qualquer sintoma de síndrome gripal. Após avaliação clínica é realizada a coleta de teste; em caso de teste negativo e sem sintoma, retorna ao trabalho; negativo com sintoma é reavaliado e positivo é afastado e fará monitoramento clínico.

Segundo a Secretaria de Relações Institucionais até o momento todos os profissionais estão com sintomas leves e sendo acompanhados a cada 48h pelo atendimento no Minha Saúde Covid. Caso alguém apresente algum sintoma mais grave, o caso será encaminhado para o atendimento presencial. Nenhum aluno monitorado apresentou sintoma.

One thought on “Suspensão das aulas presenciais nas redes pública e particular

Deixe uma resposta