Placas padrão Mercosul já estão disponíveis

Cidades

Assim como em todo o País, Indaiatuba dispõe do serviço a quem é exigido o novo padrão de identificação veicular

Assim como em todo o País, Indaiatuba já emplaca veículos com o novo modelo de identificação, no padrão Mercosul. Os veículos com a placa antiga não são obrigados a mudar imediatamente. De acordo com o novo sistema, o emplacamento é obrigatório para os veículos novos e em algumas situações específicas (veja abaixo).
O diferencial da nova placa em relação ao modelo cinza são os itens de segurança, como o QR Code, que possibilita a rastreabilidade, dificultando a clonagem e falsificação. O QR Code funciona como uma impressão digital eletrônica da placa veicular, possuindo uma assinatura exclusiva emitida pelo Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro) que possibilita que smartphones façam a leitura do código e acessem um número serial, uma espécie de CPF da placa.
A adoção do novo modelo também resolve o problema da falta de combinações de caracteres para as placas do País, que acabariam em poucos anos. O novo modelo, com quatro letras e três números, permite mais de 450 milhões de combinações, o que, considerando o padrão de crescimento da frota de veículos no Brasil, pode valer por mais de cem anos.

Resoluções
O especialista em trânsito Marks Pintija comenta que, após quase seis anos da primeira publicação da exigência das novas placas, a medida passou a ser efetivamente cumprida.
Ele lembra que em 2014 foram publicadas resoluções do Grupo Mercado Comum (GMC) do Mercosul e do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) nas quais foram descritas as mudanças e exigências. “Desde então, foram publicadas diversas outras resoluções alterando datas de início e revogações de resoluções anteriores”, informa. “Até que foi publicada a resolução do Contran que definiu como 31 de janeiro a data para começar o novo emplacamento.”
A resolução definiu que existem dois tipos de empresas que terão envolvimento nas placas: os fabricantes e as estampadoras. “Em cada Estado, a resolução tirou o controle destas empresas do Detran (Departamento Estadual de Trânsito)”, esclarece Marks. “Por isso, a solicitação das placas deve ser feita diretamente na empresa que fará a colocação.” Em Indaiatuba, a empresa
continua sendo a mesma que fazia o emplacamento credenciado pelo Detran, na Rua Cerqueira Cesar, 1.673 (Centro). O Indaiatuba News/Votura apurou que o serviço na cidade tem sido feito em cerca de dois dias, entre o pedido da placa e a instalação.
Ao solicitar a troca da placa, haverá a necessidade de emissão de novo Certificado de Registro de Veículo (CRV). Os valores da emissão do novo documento são os definidos na tabela de serviços do Detran, além do custo da vistoria do veículo.
Segundo Marks, ocorreu um aumento nos valores da tabela de serviços definida pela Secretaria da Fazenda do Estado, devido ao novo modelo de fabricação das placas e ao controle externo ao Detran. Em Indaiatuba, o valor para o par de placas para automóvel está em cerca de 215 reais e de 120 reais para a placa de motocicleta.

QUANDO TROCAR
• Primeiro emplacamento de automóveis novos
• Alteração de município ou Estado
• Roubo, furto, extravio ou dano na placa
• Mudança de categoria do veículo

Endereço: Rua Cerqueira Cesar, 1.673 (Centro) – Mais informações: www.detran.sp.gov.br

Foto: Divulgação

Deixe uma resposta