Topázio abre pré-venda de ingressos para show de Roberto Carlos em 3D

Cidades

O Topázio Cinemas terá uma programação especial em dezembro, com a exibição do show Roberto Carlos em Jerusalém 3D. A pré-venda de ingressos já começou. As exibições ocorrerão nos dias 6 e 7 de dezembro, no Shopping Jaraguá, e no dia 8 de dezembro no Polo Shopping, em Indaiatuba.
A versão 3D do show será exibida na sexta-feira (6) e no sábado (7) às 19h25, na sala Topázio Comfort do Shopping Jaraguá. No domingo (8) às 16h30, o Polo Shopping terá exibição da versão convencional. O show especial de final de ano de Roberto Carlos já é uma tradição nacional e o cinema também não é novidade para o cantor, que lotava as salas de exibição com seus filmes nos anos 1960 e 1970. Agora, Roberto Carlos, que está comemorando 60 anos de carreira, reúne as duas experiências e lança nos cinemas, seu primeiro show filmado em 3D.
O Topázio Cinemas tem uma boa expectativa para os três dias de exibição. “Indaiatuba tem um público fiel ao cinema e também da mesma geração do cantor Roberto Carlos. Acreditamos que as sessões devem ter bastante adesão, principalmente pela oportunidade de assistir a um show de um grande ídolo da música brasileira em versão 3D”, comenta a responsável pelo Departamento de Marketing do Topázio Cinemas, Bruna Mascarenhas.

O Show
Roberto Carlos em Jerusalém 3D será lançado pela H2O Films e Globo Filmes, com realização da RC e DC SET. O show tem direção de Jayme Monjardim e foi gravado na Terra Santa, em um palco de mais de mil metros quadrados no Sultan’s Poll (Piscina do Sultão), próximo ao Monte Sião, junto às muralhas da Cidade Velha de Jerusalém, e emocionou uma plateia de 5.500 pessoas. A apresentação fez parte, em 2011, do Projeto “Emoções Jerusalém”, criado pelo cantor e pela produtora DC Set para aliar entretenimento e turismo.
Narrado pela jornalista Glória Maria, traz clássicos como “Além do horizonte”, “Como é grande o meu amor por você”, “Jesus Cristo”, e surpresas como as músicas “Detalhes”, cantada em quatro idiomas – português, espanhol, inglês e italiano -, e “Jerusalém toda de ouro” (Yerushalaim shel zarav), interpretada em hebraico, com o apoio de um coral de 30 brasileiros que vivem em Israel. Com produção musical de Guto Graça Mello, a apresentação mobilizou cerca de 500 profissionais.

Foto: Reprodução

Deixe uma resposta