Maio Amarelo é o mês dedicado à prevenção dos acidentes de trânsito

Cidades

Trinta dias dedicados à conscientização e prevenção às mortes causadas pelos acidentes de trânsito. Assim é o Maio Amarelo, campanha de caráter universal que nasceu com o objetivo de conscientizar as pessoas para um trânsito mais seguro, humano e responsável.
Em mais um ano, a aliança para despertar a sociedade para os dados alarmantes, que relatam a morte de milhares de pessoas por acidentes de trânsito está mantida: o Observatório Nacional de Segurança Viária e a Anfavea (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores) lançam oficialmente a campanha do Movimento Maio Amarelo 2019, cujo mote é “NO TRÂNSITO, O SENTIDO É A VIDA” e, por intermédio das crianças, sob a assinatura “#ME OUÇA”, levará à sociedade reflexões sob o comportamento seguro no trânsito.
A Anfavea é a patrocinadora da campanha nacional, que conta este ano com o apoio oficial do Governo Federal, por meio do Ministério da Infraestrutura e do Denatran (Departamento Nacional de Trânsito).

Sobre o Mote
O Observatório desenvolveu o mote com a proposta que os adultos ouçam o conselho dado por uma criança, que com sua ingenuidade e inexperiência perante a vida, tem uma percepção e absorção do que é certo e errado com mais eficácia, sem filtros.
A campanha teve sua inspiração nos cinco sentidos humanos, numa alusão à sinalização de trânsito. Ou seja, o trânsito é feito de sentidos. Para utilizá-lo, é preciso entender todos eles. Uma seta no carro da frente indica para onde ele vai virar. Um pedestre com a mão estirada na faixa de pedestre transmite o sentido de que ele quer efetuar a travessia. Só que, de sentido em sentido, fomos ficando egoístas e causando acidentes. Acabamos esquecendo um sentido muito importante: a audição. Precisamos voltar ao começo e ouvir os conselhos de quem não sabe mentir, e conhece muito bem o que certo e o que não é: as crianças”. Mas qual é o sentido de ouvir o conselho de uma criança? A resposta é pura e simples: O sentido é a vida.
Este ano, a sexta edição do Maio Amarelo traz o tema “NO TRÂNSITO, O SENTIDO É A VIDA”, aprovado pelo (Contran) Conselho Nacional de Trânsito e recomendado na Resolução nº 771, de 28 de fevereiro de 2019.
Assim como em 2018, o tema escolhido propõe o envolvimento direto da sociedade nas ações e uma reflexão sobre uma nova forma de encarar a mobilidade. Trata-se de um estímulo a todos os condutores, seja de caminhões, ônibus, vans, automóveis, motocicletas ou bicicletas, e aos pedestres e passageiros, a optarem por um trânsito mais seguro.
O mote sugerido pelo Observatório também foi validado pela Associação Nacional de Detrans (AND), que o apresentou durante reunião geral. De acordo com o Observatório, os acidentes não acontecem, mas sim são frutos de escolhas inadequadas e arriscadas. Para o diretor-presidente do Observatório, José Aurelio Ramalho, a maioria dos acidentes têm como motivação as falhas humanas como imperícia, imprudência e desatenção. “Somos os responsáveis pelos nossos atos no trânsito e ter consciência clara disso é um dos caminhos para a reversão do triste cenário não só do Brasil, mas de todo o mundo”, reforça.

Foto: Reprodução

Deixe uma resposta