Toyota produzirá em Indaiatuba o primeiro veículo híbrido flex do mundo

Auto Teste, Cidades

Projeto foi apresentado em solenidade no Palácio do Planalto; Investimento de R$ 1 bilhão na fábrica de Indaiatuba prevê a introdução de novas tecnologias

A Toyota anunciou nesta quinta-feira (13) em Brasília (DF) a produção no Brasil do primeiro veículo híbrido equipado com motor de combustão interna flexfuel do mundo, capaz de rodar com gasolina, etanol ou apenas eletricidade.
A montadora não confirmou qual modelo lançará a tecnologia. Segundo informações, a nova geração do Corolla, que começará a ser fabricada em Indaiatuba no final de 2019, será a escolhida.
O importado Toyota Prius, que já testa a tecnologia híbrido flex, usa a mesma plataforma TNGA da nova geração do Corolla. Com a publicação do Programa Rota 2030 a montadora japonesa deu continuidade ao projeto e anunciou oficialmente, para estimular a produção de veículos mais eficientes.
“A história da Toyota é caracterizada por grande coragem frente aos novos desafios e em sua busca incessante por soluções inovadoras e tecnológicas. Foi assim com o lançamento do Prius em 1997, e é assim agora com a confirmação da produção deste que será o híbrido mais limpo do mundo. Este é um marco, não só para a Toyota do Brasil, mas para toda a indústria nacional e estou muito orgulhoso dos nossos engenheiros, que trabalharam em conjunto com a equipe de nossa matriz para oferecer esta solução híbrida a etanol aos clientes brasileiros”, diz Steve St.Angelo, CEO da Toyota para América Latina e Caribe e Chairman da Toyota do Brasil, Argentina e Venezuela.
Estudos realizados pela Toyota do Brasil apontam que o híbrido flex possui um dos mais altos potenciais de compensação e reabsorção na emissão de CO2 gerado desde o início do ciclo de uso do etanol extraído da cana-de-açúcar, passando pela disponibilidade nas bombas de abastecimento e sua queima no processo de combustão do carro. Quando abastecidos apenas com etanol (E100), os resultados se mostraram ainda mais promissores.
Desde março deste ano, a Toyota realizou diversos testes de rodagem com um protótipo híbrido flex no Brasil construído sobre a plataforma de um modelo Prius, atualmente o único representante híbrido da Toyota vendido no Brasil.
“Este é um trabalho que envolveu diversos agentes, como governo, entidades, fornecedores, concessionários e, claro, nossos colaboradores, que trabalham incessantemente sob a filosofia da melhoria contínua. Além disso, destaca o Brasil no cenário mundial das alternativas para a eletro mobilidade, como produtor de um dos automóveis mais limpos do mundo, em consonância com o Programa Rota 2030”, afirma Rafael Chang, presidente da Toyota do Brasil.
A montadora já havia anunciado o investimento de R$ 1 bilhão até 2020 na fábrica de Indaiatuba, para torna-la mais eficiente e produtiva. O novo Corolla já é oferecido nas versões hatch e perua com motorizações híbridas na Europa e foi apresentado neste mês nos EUA na versão sedan.

Fotos: Divulgação

Deixe uma resposta