Gaspar já retirou mais de R$ 229 mil do caixa da Prefeitura para subsidiar a empresa de transporte coletivo urbano Sancetur/SOU

Cidades

O prefeito Nilson Alcides Gaspar (MDB) através do novo contrato emergencial do transporte coletivo urbano, já transferiu do caixa da Prefeitura para a empresa Sancetur/SOU Indaiatuba, mais de R$ 229 mil no primeiro mês. Além desse valor do dinheiro público, a empresa faturou com a cobrança dos usuários mais de R$ 1,3 milhão neste mesmo período.

A empresa concessionária do serviço público informou a administração municipal que transportou mais de 381 mil passageiros entre 12 de agosto e 11 de setembro, totalizando o montante de R$ 229 mil para pagamento do subsídio.

Segundo o projeto aprovado na Câmara pelos Vereadores em sessão extraordinária em julho, o total do valor a ser repassado para a empresa pela Prefeitura dentro dos seis meses de duração do novo contrato emergencial pode ultrapassar R$ 1,7 milhão.

A tarifa foi reajustada em 12 de agosto, passando de R$ 3,50 para R$ 4,10, porém a Prefeitura está subsidiando a diferença de valor, R$ 0,60 por passageiro. Após o período do contrato emergencial, em março do próximo ano, o usuário deverá arcar sozinho com o novo valor da tarifa de R$ 4,10 com o contrato definitivo com duração de 15 anos.

Para o comerciante Sergio Ferraz é um absurdo a Prefeitura ter que pagar para a empresa, nunca aconteceu isso. É dinheiro da saúde, segurança, esporte e educação sendo direcionado para uma empresa”, reclamou.

“Não entendi, tirou uma empresa, colocou outra e em seis meses já subiu a tarifa em 0,60, passando para R$ 4,10. Já estamos pagando do mesmo jeito este aumento, pois o dinheiro que a Prefeitura está pagando para a empresa sai dos impostos arrecadados do contribuinte”, comentou a professora Maria Antunes.

A balconista Maria Clara comentou” A conta do ar-condicionado para andar somente 4 quilômetros e ainda ficar doente, além do Wi-Fi que não funciona, chegou rápido. Por enquanto, sai do bolso da população inteira e a partir do próximo ano dos usuários. Ótima atitude do prefeito para beneficiar somente a empresa que presta o serviço”.

Foto: Indaiatuba News/Grupo RVC

Deixe uma resposta